ARCOBERTURADESTAQUEVÍDEO DO DIA

Uruguai negocia com o Brasil substituir seus Pucará pelo Super Tucano

O ministro da Defesa do Uruguai, Javier Fernando García Duchini

O ministro da Defesa do Uruguai, Javier Fernando García Duchini, em entrevista a imprensa local no rádio, confirmou que o Governo Uruguaio está em conversações com o Governo Brasileiro para adquirir uma nova aeronave para realizar o patrulhamento do espaço aéreo nas fronteiras do País.

Garcia informou ainda que a visita do Comandante da Força Aérea do Uruguai (FAU), General Luis Heber De León Pepelescov, em fevereiro de 2022, ocasião onde encontrou-se com o seu par, o comandante da Força Aérea Brasileira, Carlos de Almeida Baptista Jr, teve na agenda, além de trocas de informações importantes, como de praxe entre forças amigas, conversações sobre o interesse uruguaio em adquirir uma nova aeronave para atender as demandas da Força Aérea Uruguaia.

Tratam-se de 12 exemplares usados do Embraer A-29 Super Tucano, disponíveis das reservas da Força Aérea Brasileira.

FOTO: ROBERTO CAIAFA

O ministro falou sobre a premente necessidade de substituir os veteranos turboélices Pucará, que operaram até 2017 policiando o espaço aéreo uruguaio, e destacou também que o alto preço de algumas plataformas ofertadas no mercado inviabilizam qualquer compra mais ambiciosa por parte do Governo Uruguaio, especialmente com as dificuldades econômicas impostas pela Pandemia do COVID-19.

Javier deixou claro em sua fala que o produto brasileiro EMB-314 Super Tucano de 2ª mão “cabe” no bolso do Governo Uruguaio e conta com o apoio da instituição Força Aérea Uruguaia para a sua aquisição, sendo que a FAU já possui em seus quadros alguns pilotos treinados nos Super Tucanos brasileiros.

As 12 células desejadas pelo Uruguai são as mesmas ofertadas anteriormente a Portugal e Ucrânia, e fontes ligadas as conversações no Brasil informam que cada unidade estaria avaliada em US$ 3,5 milhões de dólares, em condições de voo e zeradas de motor e estrutura.

O negócio, que poderia alcançar até US$ 40 milhões, inclui peças, ferramental e material de 1º escalão, tudo dentro de um pacote em negociação Governo a Governo.

FOTO: ROBERTO CAIAFA

Considerando a disponibilidade operativa desses aviões e a existência de pilotos uruguaios capazes de voá-los, seria uma questão de poucos meses para se organizar uma agenda de entregas, treinamento de pessoal de voo e de solo e adequação de instalações na unidade que irá receber e operar esses aviões.

What is your reaction?

Excited
0
Happy
0
In Love
0
Not Sure
0
Silly
0
Roberto Caiafa
Jornalista e Repórter Fotográfico especializado na Editoria de Defesa com mais de 15 anos de experiência profissional. Corresponsal no Brasil de Infodefensa desde abril de 2011. Youtube Canal Caiafamaster (https://www.youtube.com/c/caiafamaster)

You may also like

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

More in:AR