COBERTURADESTAQUETERRAVÍDEO DO DIA

Taurus lança fuzil T4 300 MLOK no calibre .300 Blackout, mais uma grande novidade no mercado de armas

A grande novidade foi apresentada pelo CEO Global da Taurus, Salesio Nuhs, em um evento online que contou também com a presença do Diretor de Engenharia da Taurus, Leonardo Sesti, do Diretor Institucional do RS Shooting & Sport Club, Álvaro Mouawad, do Presidente da Associação Brasileira dos Instrutores de Armamento e Tiro Credenciados pela Polícia Federal, Mário Viggiani, e do Youtuber, Instrutor de Tiro e Atirador Desportivo, Eduardo Azeredo.

Durante a live, além de todas as informações sobre o lançamento, a Taurus disponibilizou um QR Code no qual, pela primeira vez no segmento, os espectadores puderam conferir com exclusividade o produto em suas casas por meio de realidade aumentada (https://taurusarmas.com.br/t4-300-mlok/). Além disso, a empresa realizou uma ação de relacionamento com seus consumidores por meio de um voucher que oferecia 10% de desconto no produto T4 300 MLOK – Cal. .300 BLK.

O evento online foi um grande sucesso, batendo recorde de público (de lives do segmento) com a participação simultânea de mais de 5 mil pessoas, superando o lançamento da pistola Taurus GX4. O alto volume de solicitações de vouchers de desconto, mais de 4 mil cadastros em 1 hora, reforça a confiança dos consumidores na marca Taurus e o grande interesse no T4 300 MLOK – Cal. .300 BLK e toda a versatilidade, mobilidade, precisão e alto poder de impacto desta arma que promete revolucionar ações táticas e de caça.

“Queremos nos aproximar cada vez mais dos nossos clientes trazendo ao mercado produtos diferenciados que atendam às suas necessidades. Este novo lançamento reflete o nosso forte investimento em pesquisa, desenvolvimento e inovação, palavra-chave na Taurus, que proporciona produtividade, manutenção de baixos custos (hoje a Taurus tem o menor custo de produção do mundo), maior volume de produção e, também, maiores vendas, já que o consumidor cada vez mais reconhece o valor que tem sido agregado aos produtos entregues no mercado”, afirma o CEO Global da Taurus, Salesio Nuhs.

O novo fuzil T4 300 MLOK Taurus é uma arma semiautomática, com carregador de 30 munições em polímero ou aço, no calibre .300 BLK. Possui coronha ajustável, empunhadura ergonômica e trilho picantinny prolongado. Entre os principais diferenciais do novo produto, destaque para o versátil calibre e por ser uma arma ergonômica, modular, configurável, com canos de tamanhos distintos para aplicações particulares. Incialmente, a arma estará disponível em duas versões: com cano de 9 ou 16 polegadas.

A versão com cano mais curto (de 9 polegadas), que torna o equipamento compacto, é ideal para operações com incursões proporcionando fácil manuseio e transporte em viaturas e em ambientes fechados, confinados, sobretudo nas cidades as quais exigem um cano compatível com a mobilidade dentro do perímetro urbano, fator indispensável para a eficácia das equipes operacionais. Já a versão com cano maior (de 16 polegadas) é recomendada para ambientes abertos e tiros de precisão, onde apresenta um excelente desempenho com melhor balística terminal em alvos distantes, com alcance efetivo de 250 metros.

Outro diferencial é que o fuzil T4 no calibre .300 Blackout vem de fábrica com o moderno guarda-mão MLOK (Modular Lock) que oferece ao usuário um maior conforto, além de permitir a instalação de kits óticos, lunetas e os mais diversos acessórios disponíveis no mercado. Estas versões trazem também as miras rebatíveis (flip-up) e seletor de tiro ambidestro.

Além disso, a munição calibre .300 Blackout é eficiente, compacta e com alto poder de impacto. A energia deste calibre é similar a desenvolvida pelo calibre 7,62×39, e traz enorme vantagem em termos de peso e de volume de transporte, sendo ideal para unidades de operações especiais, tiro esportivo e caça. O calibre funciona com todos os carregadores, ferrolhos e conjuntos de ferrolhos dos AR-15/M4 atuais.

Álvaro Mouawad, Diretor Institucional do RS Shooting & Sport Club e Diretor Executivo da Sociedade Brasileira de Conservação da Fauna, que participou do processo de desenvolvimento da nova arma, comentou durante a live sobre o desempenho do fuzil T4 300 MLOK – Cal. .300 BLK para a caça do javali, classificado como uma das 100 piores espécies exóticas invasoras do mundo pela União Internacional de Conservação da Natureza.

“Aproximadamente há dois anos e meio atrás, quando eu tive nas minhas mãos pela primeira vez o início do protótipo do T4 .300 Blackout, obviamente havia todo o conceito de uma arma operacional, mas imediatamente me veio à mente o potencial e o impacto que essa plataforma no calibre .300 Blackout teria na caça de controle de espécies exóticas invasoras no Brasil. Passados esses dois anos e meio esse desejo de uma grande comunidade de controladores e caçadores de espécies invasoras se aplica no Brasil. Lançamentos como este, de uma arma, um

instrumento de controle de uma espécie invasora, é antes de tudo uma forma de mantermos o nosso meio ambiente saudável, porque as espécies exóticas invasoras não só destroem o meio ambiente, mas também têm um grande impacto negativo na agropecuária e no agronegócio brasileiro”, diz Álvaro Mouawad.

“A realidade brasileira e a própria invasão e disseminação do javali no território brasileiro fez com que houvesse uma mudança até cultural do controle da espécie. Hoje é necessário que haja agilidade e principalmente uma plataforma que possa permitir a consecutividade de disparos e, nesse caso, o T4 .300 Blackout é imbatível. Além de extremamente confortável e com grande poder de parada que é fundamental para que tenhamos em uma arma extremamente portável, que pode ser utilizada em todas as condições de caça, inclusive sobre veículo que é um instrumento de manejo importante, sendo uma arma extremamente acessível ao controlador e caçador brasileiro”, explica.

Mário Viggiani, Presidente da Associação Brasileira dos Instrutores de Armamento e Tiro Credenciados pela Polícia Federal, também parabenizou a Taurus pelo lançamento. “Esse é um momento histórico para nós brasileiros, possibilitado através da Taurus e do nosso governo federal. Parabéns também a todos aqueles funcionários que estão ali na linha de frente, que cuidam de cada detalhe, de cada acabamento, de cada caixa que vai ser embalada, aquela pessoa que faz os despachos, a cada um de vocês da Taurus meus parabéns e meus agradecimentos. Por causa de vocês eu posso ter um equipamento de qualidade na minha mão e os brasileiros também. Se não fosse esse conjunto todo, nós não estaríamos hoje comemorando esse lançamento. E mais uma vez esse momento histórico (assim como foi o lançamento do fuzil T4 5,56). Eu espero daqui há alguns bons anos poder contar isso para os meus netos, para meus bisnetos, que eu estive no lançamento dos fuzis no Brasil, quando foi permitido o uso civil no país eu estava e participei desse momento. E esse momento é agora”, disse Mário Viggiani.

O youtuber, instrutor de tiro e atirador desportivo Eduardo Azeredo também participou da live e relatou sua opinião sobre o lançamento. “Como atirador e como cidadão brasileiro eu quero agradecer e parabenizar a todos os envolvidos. Eu tive o prazer de estar na Taurus recentemente, vi de perto a motivação de cada um desses colaboradores que atuam dentro da fábrica, e é muito gratificante para mim como atirador, como brasileiro, como instrutor, ver tudo que está acontecendo no cenário brasileiro. De alguns anos para cá a Taurus teve uma verdadeira virada que proporcionou uma evolução geral de qualidade muito grande, desde a pistola TS9, a linha TH, toda essa linha nova de armas que revolucionou não só o mercado brasileiro. Muitas dessas armas estão equipando policiais pelo mundo hoje em dia e isso é motivo de orgulho para todo brasileiro”.

“Já tive oportunidade de atirar com todos os calibres praticamente que hoje tem no mercado brasileiro e o .300 Blackout se mostrou muito diferenciado para mim. Confesso que entre os calibres que temos no mercado atualmente ele é o que mais me atrai como atirador desportivo em todas as vertentes, vislumbrando no futuro um cenário de defesa também. O T4 .300 Blackout veio definitivamente para mudar o cenário mais uma vez, como o T4 já fez no 5,56, e agora com um calibre de altíssima versatilidade que vai atender muito bem os atiradores, os CACs e também o segmento operacional, nossas polícias. É um calibre que até pouco tempo era mera curiosidade e extremo desejo de muitos atiradores e agentes de segurança, e a partir de hoje está virando uma realidade. Eu estudo calibre há alguns anos e estava nessa lista, desejando esse calibre no mercado brasileiro por conta de todos os seus atributos, mas principalmente pela balística extremamente apurada em uma arma que pode ser extremamente compacta.

Agentes de segurança, policiais que trabalham em viaturas, em carro ou em moto, poderem ter uma arma compacta como essa, com um calibre de alto potencial balístico como esse para os agentes policiais, com certeza muitos no Brasil inteiro estão desejando ter esse armamento na sua instituição. E os CACs então, nem falo, galera deve estar com um frisson, já todos acessando o site e quem pode garantindo o seu”, comenta Eduardo Azeredo

O novo fuzil T4 300 MLOK – Cal. .300 BLK faz parte da estratégia e compromisso da Taurus de oferecer aos clientes novos produtos. Por meio do seu Centro Integrado de Tecnologia e Engenharia Brasil/Estados Unidos (CITE), que conta com mais de 250 engenheiros, a empresa tem se dedicado ao desenvolvimento de novidades e projetos pioneiros. O objetivo da Taurus é estar na vanguarda do mercado de armas, trazendo inovação, identificando necessidades e antecipando demandas. Para isso, a empresa ouve constantemente seus consumidores, usuários dos produtos, o que enriquece muito o desenvolvimento dos produtos.

“Trabalhamos muito forte no desenvolvimento de produtos. No ano passado foram R$ 175 milhões investidos em tecnologia de produto, de processo e em equipamentos para a fabricação de armas no Brasil e nos Estados Unidos. Esse ano a Taurus vai investir R$ 247 milhões nestas áreas. Essa é a característica da nova Taurus. Costumo dizer para quem visita a empresa, aproveita para olhar como está agora, porque daqui há um mês tudo vai estar diferente. Estamos constantemente em transformação, em crescimento. O desenvolvimento do fuzil T4 .300 Blackout foi muito prazeroso para toda a equipe. Trabalhamos mais de dois anos no desenvolvimento desta arma. Temos a felicidade de conviver com o pessoal dos clubes de tiro, conversar com muita gente do segmento, e essa adaptação da plataforma do T4 era algo muito requisitado. Tivemos um grande suporte no desenvolvimento e a felicidade de compartilhar e receber opiniões, trazendo sempre o melhor para que possamos atender aquilo que o cliente está buscando”, afirma Leonardo Sesti, Diretor de Engenharia da Taurus.

Os engenheiros da Taurus no Brasil e nos Estados Unidos trabalham focados nas áreas de engenharia de produto, processo e qualidade. Além disso, captam nos Estados Unidos as tendências de mercado e as exigências dos consumidores para que o Centro Integrado de Tecnologia e Engenharia no Brasil (CITE) da Taurus desenvolva esses produtos mais atualizados tecnologicamente. Inclusive, a empresa automatizou a linha de produção, tendo assim um menor custo. Com isso, os produtos são lançados no mercado com maior valor agregado e menor custo.

“Conversamos muito com nossos consumidores, entre eles caçadores, atiradores esportivos, colecionadores, policiais, não só do Brasil, mas do mundo inteiro. Além dos nossos 250 engenheiros, temos ainda no Brasil e no mundo várias pessoas que são nossos parceiros e que

nos ajudam no desenvolvimento dessas clínicas de produtos, que nos dão dicas. Nossos engenheiros são muito bons na parte técnica, de desenvolvimento, de segurança, de garantia e de eficiência do produto, mas não somos os grandes usuários. Então é muito importante nesse grupo do CITE a participação dos nossos clientes, que é quem vai utilizar o produto. Esse pessoal é muito rico em informações. Agradecemos a todas essas pessoas que participam aqui com a gente constantemente no desenvolvimento de produtos”, diz o CEO Global da Taurus, Salesio Nuhs.

O CEO também agradeceu a equipe de atiradores esportivos patrocinados pela Taurus e CBC, que inclusive estão se destacando em campeonatos nacionais e internacionais utilizando armamentos como a pistola TS9 na versão standard de fábrica e o fuzil T4, e informou que em breve deverá ter uma equipe atirando com o fuzil T4 300 MLOK – Cal. .300 BLK.

O novo fuzil será comercializado nas lojas revendedoras (https://taurusarmas.com.br/pt/como-comprar/lojistas) e no portal de vendas da Taurus (www.armasmunicoes.com.br), voltado a militares, policiais, CACs e civis que integram categorias autorizadas a adquirir estes produtos, conforme legislação vigente, com entrega imediata, após o recebimento da documentação de autorização necessária.

Os consumidores também podem aguardar diversas novidades em armas longas e armas curtas Taurus previstas até o final do ano. A empresa pretende cada vez mais oferecer ao mercado armas equipadas com acessórios e a equipe de desenvolvimento está bastante focada em outras plataformas.

Para informações técnicas sobre o novo T4 300 MLOK – Cal. .300 BLK e a linha completa de produtos Taurus, acesse

https://taurusarmas.com.br/pt/produtos/

Sobre a Taurus

A Taurus é uma Empresa Estratégica de Defesa e integrante da Base Industrial de Defesa (BID), com 82 anos de história e reputação sólida, baseada no seu compromisso com a excelência. Sediada em São Leopoldo, no Rio Grande do Sul, e com uma unidade produtiva em Bainbridge, na Geórgia (EUA), possui um completo portfólio de produtos composto por revólveres, pistolas, submetralhadoras, fuzis, carabinas, rifles e espingardas, atendendo os mercados civil, militar e policial no Brasil e em mais de 100 países. A companhia emprega cerca de 3.500 pessoas e movimenta uma grande cadeia de fornecedores que geram milhares de empregos indiretos.

A empresa investe fortemente em pesquisa e desenvolvimento, possui parcerias com renomadas instituições de ensino e conta com um Centro Integrado de Tecnologia e Engenharia Brasil/Estados Unidos (CITE). Em reconhecimento pelo seu elevado padrão de qualidade e inovação, já recebeu 36 prêmios internacionais, entre eles o NASGW-POMA Caliber, uma das premiações mais importante da indústria de armas norte americana, que elegeu a pistola Taurus GX4 como “Melhor Nova Arma de 2021” e “Melhor Novo Produto Geral”. A Taurus é a líder mundial na fabricação de revólveres e uma das maiores produtoras de pistolas do mundo, além de ser a maior vendedora de armas curtas no mundo e a marca mais importada no exigente mercado dos Estados Unidos. A empresa já produziu e vendeu mais de 27 milhões de armas no mundo.

What is your reaction?

Excited
0
Happy
0
In Love
0
Not Sure
0
Silly
0
Roberto Caiafa
Jornalista e Repórter Fotográfico especializado na Editoria de Defesa com mais de 15 anos de experiência profissional. Corresponsal no Brasil de Infodefensa desde abril de 2011. Youtube Canal Caiafamaster (https://www.youtube.com/c/caiafamaster)

You may also like

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

More in:COBERTURA