COBERTURADESTAQUE

Startup Espacial Rocket Crafters estuda investir em base de lançamento no Brasil

  • Lançador Intrepid usa tecnologia de motor híbrido STAR-3D™

Aproveitando o poder da impressão 3D, a empresa espacial norte-americana Rocket Crafters desenvolveu a tecnologia de motores foguete híbridos STAR-3D™, superando as deficiências de gerações anteriores desse tipo de propulsão e produzindo motores que são verdadeiramente seguros, aceleráveis, acessíveis e fiáveis.

Segundo a empresa, os grãos de combustível empregados (patente pendente), métodos de produção inovadores e design mecanicamente simples evitam os riscos e custos associados a motores complexos.

Os lançadores Intrepidem desenvolvimento pela Rocket Crafters podem escalar para atender rapidamente a qualquer necessidade operacional, bem como podem ser fabricados rapidamente para atender qualquer consumidor.

A compilação destes avanços está permitindo a empresa norte-americana posicionar-se de forma única para servir a indústria espacial de micro satélites ou cube-sats.

E o Brasil está na mira da Rocket Crafters para o desenvolvimento conjunto de tecnologias associadas a nano-satélites lançados em baixas órbitas.

Nos planos da empresa, além da instalação de uma base privada de lançamento no País, ocorreria a produção local de partes dos lançadores Intrepid, o acordo envolvendo transferência de tecnologia STAR-3D™ para parceiros brasileiros.

Segundo a Rocket Crafters, o local a ser escolhido para sediar a base privada vai receber investimentos para também funcionar como atração turística, nos moldes do que a NASA faz, por exemplo, em Orlando (Flórida), onde é comum turistas assistirem aos lançamentos de foguetes e naves espaciais, configurando assim o turismo espacial.

Executivos da empresa estiveram no Brasil e foram recebidos em Brasília pelo Ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, o astronauta Marcos Pontes, no final de 2020.

Fontes próximas informam que a Agência Espacial Brasileira e a Força Aérea foram procuradas pela empresa, assim como a Agência Nacional de Telecomunicações (ANATEL), atualmente responsável por contratar e lançar satélites.

O que é a Rocket Crafters

Como parte da diversa e próspera indústria aeroespacial existente em torno do porto espacial de Cabo Canaveral, na Flórida, a Rocket Crafters surgiu focada na produção de motores de foguetes, sendo pioneira no fornecimento de combustível para foguetes impressos em 3D com a tecnologia STAR-3D™.

A empresa está a produzir combustível utilizando um método de impressão horizontal 3D (patente pendente) que reduz o tempo de produção de grãos de combustível de classe orbital para uma questão de horas numa única secção.

Isto significa que o desenvolvimento e fabricação de novos motores de quase qualquer tamanho e escala pode ser feito em semanas, em vez dos anos necessários para os mais complicados motores bi-propelentes líquidos como das naves Apolo, ou para os mais perigosos motores de foguete sólido como os motores auxiliares do ônibus espacial montados nas laterais de um enorme tanque de combustível ventral.

A Rocket Crafters afirma que a impressão do núcleo (core) de combustível plástico do motor o torna mais fiável, mais seguro e mais suave que outros combustíveis sólidos, uma vez que elimina o risco de detonação acidental encontrado tanto em motores de foguetes sólidos como em motores de foguetes líquidos.

Na verdade, o motor de foguete híbrido utiliza uma combinação de combustível sólido e líquido ou gás.

Os motores híbridos têm várias vantagens sobre os seus homólogos estritamente sólidos ou estritamente líquidos.

Os foguetes sólidos não podem ser acelerados e reiniciados, enquanto os foguetes híbridos podem, e os híbridos são também mais rápidos e menos dispendiosos de desenvolver do que os motores de foguetes líquidos, e graças à sua simplicidade mecânica, os foguetes da Rocket Crafters têm apenas duas partes móveis.

São também mais seguros de manusear do que os motores de foguetes líquidos ou sólidos, porque o armazenamento do combustível em dois estados diferentes protege contra detonação acidental.

Muitas empresas têm utilizado a impressão 3D para tornar a fabricação de naves espaciais mais rentável e segura.

Com tanta atividade em curso na Rocket Crafters e apresentando um design de motor foguete único, a empresa espera entrar na indústria emergente de serviços de lançamento privados para o espaço, revolucionando o acesso e a disponibilidade para o mercado dos pequenos satélites.

Serviços de Lançamento

Com o lançamento inaugural do Intrepid ™, previsto para 2024, a Rocket Crafters estará apta a iniciar os serviços de lançamento completos.

O lançador Intrepid servirá o mercado de satélites de pequeno e médio porte, especializado em empresas que requerem satélites entregues de forma segura, fiável e rentável a uma órbita terrestre baixa.

Em maio de 2020 a empresa anunciou a conclusão de testes para o motor Comet, um modelo de teste de conceito em larga escala do motor foguete híbrido STAR-3D™.

Os testes foram concebidos para mostrar que os motores de foguetes híbridos com patente pendente podiam ser dimensionados a partir do laboratório para uma dimensão comercialmente mais relevante.

Com 49 testes laboratoriais bem sucedidos variando entre 250 e 500 libras de impulso, os técnicos da Rocket Crafters iniciaram os testes do motor de impulso Comet 5000 libras em fevereiro de 2020.

O Comet 5000 libras foi testado três vezes.

Os dois primeiros testes foram bem sucedidos, coincidindo de perto com os modelos de desempenho prévios.

Embora ainda considerado bem sucedido em termos de investigação e desenvolvimento, o terceiro teste experimentou uma anomalia de sobrepressão, resultando em danos no banco de ensaios e no motor de ensaio.

Após a anomalia, a equipa de engenharia investigou a fundo no hardware e registrou dados para determinar o que tinha ocorrido e como evitá-lo em testes futuros.

Após extensa análise, concluiu-se que houve uma falha inicial numa parte acessória do motor.

Isto levou a uma maior sobrepressurização no interior da câmara de combustão.

A equipa não encontrou problemas dentro do núcleo do desenho do motor STAR-3D™.

“É por isso que testamos”, afirma o presidente da Rocket Crafters, Robert Fabian, um veterano de vinte e cinco anos de operações e manutenção do espaço militar e de mísseis. “Encontramos e resolvemos problemas nos testes, pelo que não os temos na plataforma de lançamento”. Estamos a avançar a partir daqui”.

Um diferencial da tecnologia de propulsão híbrida é que o Intrepid, o veículo lançador, pode elevar sua órbita entre um ponto mais baixo, onde lançou um primeiro satélite, e manobrar até um segundo ponto de órbita mais alto, entregando o segundo satélite também exatamente na sua posição prevista de operação, o que economiza a necessidade de propulsores e combustível tornando o engenho espacial bem mais leve e simples de construir.

Roberto Caiafa

What is your reaction?

Excited
0
Happy
0
In Love
0
Not Sure
0
Silly
0
Roberto Caiafa
Jornalista e Repórter Fotográfico especializado na Editoria de Defesa com mais de 15 anos de experiência profissional. Corresponsal no Brasil de Infodefensa desde abril de 2011. Youtube Canal Caiafamaster (https://www.youtube.com/c/caiafamaster)

You may also like

2 Comments

  1. Tomara que essa vinda se concretize. Isso trará ao Brasil muita tecnologia, infraestrutura, vasto turismo na região e o principal, muito dinheiro.

  2. Me parece o parceiro certo no momento certo para o CLA.

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

More in:COBERTURA