ARCOBERTURADESTAQUEVÍDEO DO DIA

Primeiros caças Gripen E de produção chegam ao Brasil

O Programa Gripen

Em dezembro de 2013, a Saab foi selecionada para participar da última fase do programa F-X2, que tinha por objetivo substituir a frota de aeronaves de caça da Força Aérea Brasileira (FAB).

Em outubro de 2014, após todos os processos de concorrência, Saab e Governo Brasileiro assinaram o contrato para o desenvolvimento e produção de 36 aeronaves Gripen E/F, incluindo sistemas, suporte e equipamentos.

Em 2015, a Saab deu início ao programa de transferência de tecnologia do Gripen, um dos maiores já realizados para a Aeronáutica e o maior já feito pela Saab para outro país.

O programa visa proporcionar o conhecimento prático necessário para a execução de diversas atividades de desenvolvimento, produção e manutenção dos caças no Brasil.

Até 2025, mais de 350 engenheiros e técnicos brasileiros de empresas parceiras terão participado de treinamentos teóricos e práticos na Saab, em Linköping, na Suécia.

Até o momento, aproximadamente 300 profissionais brasileiros de empresas parceiras da Saab já foram treinados e estão de volta ao país.

A maioria trabalha no Centro de Projetos e Desenvolvimento do Gripen (Gripen Design and Development Network – GDDN), localizado na planta da Embraer em Gavião Peixoto, e na fábrica de aeroestruturas da Saab em São Bernardo do Campo, ambos em São Paulo.

Como parte do programa de transferência de tecnologia, em 2018, a Saab apresentou sua planta em São Bernardo do Campo, concebida para realizar a montagem de aeroestruturas do Gripen.

Dois anos depois, a unidade agregou outros serviços de suporte ao mercado de defesa e civil.

Além disso, é no local que será realizada a manutenção dos radares e sistemas de guerra eletrônica do F-39 Gripen.

O primeiro Gripen E chegou ao Brasil em 20 de setembro de 2020 para realizar a campanha de ensaios em voo no país no GFTC.

A atividade é totalmente integrada ao programa de testes que já está em andamento na Saab, em Linköping, Suécia, desde 2017.

As atividades no Brasil incluem testes nos sistemas de controle de voo e de climatização, assim como testes na aeronave em condições climáticas tropicais.

Em dezembro de 2021, autoridades brasileiras e suecas participaram de um evento de alto nível na Suécia para apresentação das seis primeiras aeronaves de produção em série que saíram da fábrica e entraram em fase de entrega.

Na oportunidade, as delegações de ambos os países também tiveram a oportunidade de discutir as atividades conjuntas que serão benéficas para o Programa Gripen E.

What is your reaction?

Excited
0
Happy
0
In Love
0
Not Sure
0
Silly
0
Roberto Caiafa
Jornalista e Repórter Fotográfico especializado na Editoria de Defesa com mais de 15 anos de experiência profissional. Corresponsal no Brasil de Infodefensa desde abril de 2011. Youtube Canal Caiafamaster (https://www.youtube.com/c/caiafamaster)

You may also like

1 Comment

  1. Caiafa ,já há previsão para a saída de aeroporto de Navegantes?

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

More in:AR