COBERTURADESTAQUE

O Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações e o Setor 4.0: Marcos Pontes explica.

Em apresentação a executivos, ministro Marcos Pontes destaca ações do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações aliadas ao investimento em educação e novos projetos do setor 4.0

Marcos Pontes ressaltou programas do ministério voltados a projetos do setor 4.0  e áreas de prioridade de tecnologia, aliadas à educação

Na última quinta-feira (04), o WTC São Paulo Business Club promoveu um encontro dos comitês de CIOs e CFOs, que contou com a presença do ministro Marcos Pontes, representando o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI).

Com um debate rico em informações, o ministro falou sobre as novas ações do MCTI e destacou os principais projetos, como o apoio à criação de novas empresas no Brasil e o investimento no setor 4.0.

O evento reuniu virtualmente cerca de 70 líderes e  executivos de empresas nacionais.

Segundo o ministro Marcos Pontes, o Brasil está empenhado em crescer cada vez mais no setor de tecnologia, realizando novos projetos e investimentos no segmento.

Uma das iniciativas, que teve participação do MCTI, foi a aprovação pela Câmara dos Deputados do Marco Legal das Startups.

Outra ação importante é a criação de projetos aliados à educação. “Na medida em que aumentamos os investimentos em tecnologia e inovação no país, precisamos capacitar a nossa população para lidar com essas novidades. Estamos ampliando nossa capacidade em tecnologia e é essencial que a educação nos acompanhe. Por isso, vamos investir nas escolas para preparar os estudantes, para ampliarem os conhecimentos a partir das novas tecnologias. Também é importante capacitar os trabalhadores e funcionários para terem conhecimento e aprendizagem o suficiente para lidar com a inovação nas empresas. O MCTI já tem um planejamento de programas para trazer tecnologia para as escolas, voltado para o desenvolvimento de alunos, professores e funcionários administrativos”, afirmou.

Pontes também detalhou cinco áreas de prioridade de tecnologia no país:  tecnologia estratégica, onde engloba investimentos em projetos voltados para os setores nuclear, espacial e segurança pública; tecnologia de produção, envolvendo o agronegócio, indústrias, telecomunicações e serviços; tecnologia de desenvolvimento, onde trata-se de inovações sustentáveis, energia renovável, bioeconomia, entre outros; tecnologia para qualidade de vida, com projetos voltados para a saúde, saneamento básico, segurança hídrica e pessoas com doenças raras; por fim, a área de tecnologia habilitadoras, com investimentos em inteligência artificial, biotecnologia e nanotecnologia. “Investimos nessas cinco áreas pois consideramos como prioritárias para o desenvolvimento e crescimento do país. Mas além desses investimentos, nós criamos outros programas que tratam desde a inclusão digital até as aplicações e transformações de tecnologias, como, por exemplo, o setor 4.0. Investimos em inteligência artificial nos setores de agro, saúde e indústria, conectados em rede por todo o Brasil”, explicou o ministro.

Outro tema da palestra foi a importância da reforma tributária para ajudar o Brasil a se desenvolver economicamente em todas as áreas. “A reforma tributária é extremamente importante, porque pode trazer novos investimentos de diversos setores e mais tecnologia e inovação. O Ministério da Economia tem trabalhado essa questão para simplificar o processo e a redução da carga tributária, que vai possibilitar a criação de mais empresas no país. Nós, do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações, estamos trabalhando em conjunto com o Ministério da Economia também, para colocar o Brasil como um dos principais países que  mais investem no setor.  Dentro do nosso ministério, temos duas secretarias importantes para esse processo: uma para estrutura financeira e outra para projetos, onde possibilita a criação de novos estudos voltados para a inovação e tecnologia, a partir de um apoio financeiro”, finalizou Pontes.

What is your reaction?

Excited
0
Happy
0
In Love
0
Not Sure
0
Silly
0
Roberto Caiafa
Jornalista e Repórter Fotográfico especializado na Editoria de Defesa com mais de 15 anos de experiência profissional. Corresponsal no Brasil de Infodefensa desde abril de 2011. Youtube Canal Caiafamaster (https://www.youtube.com/c/caiafamaster)

You may also like

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

More in:COBERTURA