ARCOBERTURADESTAQUEMARTERRAVÍDEO DO DIA

Ministro da Defesa abre a CSTM destacando o fortalecimento da BID

O Ministro da Defesa, Walter Braga Netto afirmou, durante a cerimônia de abertura da 10ª edição da Conferência de Sistemas e Tecnologia Militar (CSTM), que mesmo com o desafio da pandemia da COVID-19, as áreas espacial, nuclear e cibernética continuam prioritárias para a Defesa do Brasil.

Braga Netto também destacou que o fortalecimento da Base Industrial de Defesa (BID) é um dos principais objetivos do Ministério da Defesa.

O reflexo, é a contribuição da recuperação da economia.

 

“Atualmente, o setor representa 4,7% do Produto Interno Bruto, gerando 2,9 milhões de empregos. Neste mês de novembro, as exportações brasileiras de material de Defesa tiveram um desempenho recorde e a expectativa é de que cheguem a US$ 2 bilhões até o final de 2021”, destacou o Ministro.

No que se refere às prioridades do Ministério da Defesa, Braga Netto destacou que as ações promovidas pelo órgão refletem no desenvolvimento dos Projetos Estratégicos das Forças Singulares. “Neste sentido, a previsibilidade orçamentária de investimentos, voltados à aquisição de Produtos de Defesa, prioriza a integração com as empresas da BID para o desenvolvimento da tecnologia nacional, na busca da independência tecnológica das nossas Forças Armadas. O Brasil possui uma indústria de segurança e defesa pujante, resiliente e expansionista, com portfólio variado e com excelentes perspectivas para celebrarmos parcerias estratégicas e atrair o interesse comercial de investidores estrangeiros, como constatamos na recente viagem ao Oriente Médio”, comentou.

O diretor da Prospectare Eventos, promotora da CSTM, Heleno Maffucci, enfatizou que a missão da Conferência é gerar conteúdo e disseminar conhecimento, agregando Academia, Indústria e Estado, dentro do conceito de Tríplice Hélice. “Acompanhamos, com satisfação, o avanço do setor de Defesa, o que nos faz ter uma excelente expectativa para o desenvolvimento da tecnologia nos próximos anos. Especialmente para esta edição, preparamos uma programação de palestras voltadas aos principais temas da atualidade que afetam diretamente a Defesa Nacional”, ressaltou.

O presidente do Sindicato Nacional das Indústrias de Materiais de Defesa (SIMDE), Carlos Erane de Aguiar também participou da abertura da CSTM e destacou a parceria com a Prospectare, empresa promotora do evento. “Trata-se de uma Conferência internacional, mas as empresas baseadas no Brasil são as grandes protagonistas. Não é à toa que o SIMDE estabeleceu esta aliança para a promoção da CSTM, pois isso reforça o compromisso da Conferência de promover e realçar a importância da Base Industrial de Defesa e Segurança do País, evidenciando seu papel de impulsionador da economia e autonomia nacional”.

O presidente do SIMDE finalizou reforçando que a Conferência, que ocorrerá até o dia 26 de novembro, “é uma oportunidade para se debater a busca no avanço da tecnologias disruptivas, um caminho sem volta para a autonomia e soberania de qualquer nação”.O presidnete do SIMDE também reforçou que “é significativa a presença de especialistas da três Forças Armadas, da Academia e da Base Industrial de Defesa, conferindo a este evento, a tão buscada dimensão da tríplice hélice, essencial para o avanço e fortalecimento deste estratégico setor”.

A abertura da 10ª CSTM também contou a participação do presidente do Condefesa (Conselho da Indústria de Defesa e Segurança da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Glauco Vieira Corte, que ressaltou o trabalho desenvolvido pelo Conselho/CNI junto à industria de Defesa do Pais. ” A nossa missão é buscar a interação entre a Academia e a Defesa, buscando a inserção do Brasil em mercados competitivos de Defesa e Segurança”, afirmou.

O deputado Eduardo Bolsonaro, ex-presidente da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CREDN) da Câmara dos Deputados também participou da abertura da 10ª CSTM e destacou que no dia 26 de novembro, estará no painel: Space Business, como o Brasil pode entrar neste negócio? O parlamentar irá abordar questões sobre o Centro de Lançamento de Alcântara (MA), que está em processo de estruturação, após a efetivação do Acordo de Salvaguardas Tecnológicas assinado pelo Presidente da República, Jair Bolsonaro e o então Presidente americano, Donald Trump, em 2019.

What is your reaction?

Excited
0
Happy
0
In Love
0
Not Sure
0
Silly
0
Roberto Caiafa
Jornalista e Repórter Fotográfico especializado na Editoria de Defesa com mais de 15 anos de experiência profissional. Corresponsal no Brasil de Infodefensa desde abril de 2011. Youtube Canal Caiafamaster (https://www.youtube.com/c/caiafamaster)

You may also like

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

More in:AR