COBERTURADESTAQUETERRA

Falecimento do Cel Inf Pqdt ATHOS Gabriel Lacerda de Carvalho, o criador do Imbel AGLC

FOTO: ROBERTO CAIAFA
A Associação dos Amigos do Casarão da Várzea (AACV/APM-CMPA) cumpre o doloroso dever de informar o falecimento do seu destacado AA (1964) Cel Inf Pqdt (nº 27.308) e Guerreiro de Selva (nº 0740) Athos Gabriel Lacerda de Carvalho, hoje (09) ocorrido após sofrer complicações devidas a um atropelamento de que foi vítima no dia 1º de agosto.
Como Instrutor na Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN), o então 1º Ten Athos ficou conhecido pela vibração com a carreira militar e pela competência com que instruía seus Cadetes, tanto que passou a ser alcunhado de “Super Athos”.
Nesse mesmo período, deu sequência as suas grandes paixões: o tiro de combate e o tiro esportivo, haja vista que desde muito cedo, no Exército, destacou-se nessas modalidades.
Na Brigada de Infantaria Pára-quedista, comandou a 2ª Companhia de Fuzileiros do 26º Batalhão de Infantaria Pára-quedista.
Nas técnicas e táticas do Tiro, além de instruir Cadetes, militares das três Forças Armadas, policiais e praticantes do tiro esportivo, venceu incontáveis competições militares e civis, tornando-se um dos nomes mais conhecidos nesse mister.
Contribuindo ainda mais com o Exército que tanto amava, o Cel Athos foi além e desenvolveu o fuzil sniper (atirador de elite) Imbel 308 AGLC em parceria com o atual Cel Mario Hecksher Neto e com o atual Cel Paulo Augusto Capetti Porto.
Em sua homenagem, o nome do icônico fuzil leva suas iniciais: AGLC, arma que foi considerada como o fuzil sniper mais adequado quando comparado com fuzis de precisão de fabricação estrangeira, principalmente no ambiente da Selva Amazônica, onde os caçadores (snipers) seriam mais empregados.
O fuzil Imbel 308 AGLC é hoje empregado pelos atiradores de elite do Exército Brasileiro.
Entre 25 Jan 92 e 29 Jan 94, comandou o histórico 18º Batalhão de Infantaria Motorizado – Batalhão Passo da Pátria, então sediado em Porto Alegre, onde até hoje é lembrado pelos seus então comandados como um militar vibrante, justo, competente, dinâmico e apaixonado pela vida militar e pelo Tiro.
Em 2020, o Cel Athos recebeu o título de Benemérito da Confederação Brasileira de Tiro Prático, pelos serviços de grande relevância prestados ao Tiro Prático Brasileiro.
Sua história no Exército e na Infantaria, especialmente à ligada às técnicas e táticas do Tiro de Combate, é tão profícua que poderia render um livro.
Presença frequente em eventos do CMPA, o Cel Athos sempre deixava claro o amor que também nutria pelo Velho Casarão da Várzea, seu berço escolar mais lembrado e onde fez muitos de seus amigos mais chegados.
À família e aos amigos enlutados, as nossas profundas condolências…
Ao Cel Athos – grande Infante, Atirador e Amigo – a nossa mais caprichada continência!

What is your reaction?

Excited
0
Happy
0
In Love
0
Not Sure
0
Silly
0
Roberto Caiafa
Jornalista e Repórter Fotográfico especializado na Editoria de Defesa com mais de 15 anos de experiência profissional. Corresponsal no Brasil de Infodefensa desde abril de 2011. Youtube Canal Caiafamaster (https://www.youtube.com/c/caiafamaster)

You may also like

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

More in:COBERTURA