COBERTURADESTAQUEENTREVISTAVÍDEO DO DIA

VAYA SPACE NO BRASIL -Live RELATO DE MISSÃO (18/05 as 18:00hs)

Representantes da empresa norte-americana Vaya Space, que pretende abrir uma filial no Brasil, visitaram São José dos Campos/SP na última semana.

A Vaya Space, que até março tinha o nome de Rocket Crafters Inc., atuava no mercado de lançamento de pequenos satélites e de foguetes híbridos – sem no entanto haver lançado um foguete ainda.

Em São José, os executivos da Vaya Space visitaram o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais e o Parque Tecnológico, onde se encontraram com quinze empreendedores do setor aeroespacial, inclusive com a Avibras Aeroespacial.

O foco é na tecnologia de foguetes de pequeno porte, possivelmente centrado inicialmente em foguetes de sondagem utilizando o know-how de ambas as empresas.

Vaya Space Brasil e Avibras, a nova era do espaço no Brasil.

Representantes da empresa – o presidente Robert Fabian, Jack Blood – encarregado de vendas e marketing, e os representantes para o Brasil, Philip Newton e Cristiano Pinto – se encontraram com a diretoria da Avibrás e aventaram a possibilidade de assinar um manifesto de entendimento para a realização de empreendimentos conjuntos.

Cerca de 26 pessoas trabalham para a Vaya atualmente em Cocoa, Flórida, cerca de 36 km ao sul do Centro Espacial Kennedy.

A ideia da empresa é que a nova fábrica tenha 10 mil metros quadrados e gere cerca de 200 empregos diretos.

Para a prefeitura, “São José dos Campos é candidata natural a receber o investimento, por ser a sede desse segmento no país”.

A Vaya Space visa também o mercado smallsats, (pequenos satélites) oferecendo preços baixos para lançar cargas úteis em órbita, com um ciclo de construção, integração e lançamento pronto de menos de 30 dias, aumentando para uma frequência de lançamento semanal programada para atender à crescente demanda dos clientes.

A empresa especializada em foguetes híbridos e lançadores de pequeno porte procura aproveitar os avanços na fabricação aditiva (por impressoras 3-D) para reduzir o custo, e aumentar o desempenho e a segurança do acesso ao espaço.

Ela pretende atender ao mercado global e diz estar aceitando encomendas de lançamento para 2023.

What is your reaction?

Excited
0
Happy
0
In Love
0
Not Sure
0
Silly
0
Roberto Caiafa
Jornalista e Repórter Fotográfico especializado na Editoria de Defesa com mais de 15 anos de experiência profissional. Corresponsal no Brasil de Infodefensa desde abril de 2011. Youtube Canal Caiafamaster (https://www.youtube.com/c/caiafamaster)

You may also like

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in:COBERTURA