COBERTURADESTAQUETERRA

Ares apresenta o morteiro SPEAR ao COTER – VBTP-MR 6×6 Guarani na sua versão porta-morteiros

Executivos e técnicos da empresa brasileira Ares foram recebidos em Brasília pelo Comando de Operações Terrestres (COTER) do Exército Brasileiro, ocasião em que apresentaram detalhes sobre o morteiro de recuo atenuado SPEAR.

Essa arma semi-automática de tiro elíptico, montada sobre uma viatura, fornece as forças terrestres maior mobilidade, letalidade e precisão uma vez que se enquadra em uma ampla gama de cenários operacionais.

A apresentação, conduzida por engenheiros brasileiros, contou com a participação do representante pelos sistemas de Morteiros da Elbit Systems Land, uma das empresas líderes mundiais no fornecimento de sistemas de Defesa, da qual a Ares faz parte desde 2010.

A comitiva da Ares foi recebida pelo Chefe do Centro de Doutrina do Exército, General de Divisão Sérgio Luiz Tratz, e representantes do Departamento de Ciências e Tecnologia (DCT), Diretoria de Material (DMAT), Escritório de Projetos do Exército (EPEx) e Estado Maior do Exército (EME).

O COTER tem como missão orientar e coordenar o preparo e o emprego da Força Terrestre, em conformidade com as políticas e diretrizes estratégicas do Exército e do Estado-Maior do Exército.

O objetivo da visita ao COTER foi apresentar a Ares e suas capacidades instaladas no Brasil, os programas e projetos que a empresa tem participado em parceria com o Exército Brasileiro, as características e vantagens do SPEAR, e os “cases” de transferência de tecnologia e incremento do índice de nacionalização nos seus projetos.

A empresa evidenciou ainda as vantagens na aquisição de um sistema provado em combate em outros exércitos, que acumula mais de 1000 (hum mil) sistemas em uso em outros exércitos, com o apoio de uma empresa subsidiária sediada no Brasil, e a possibilidade de replicar o modelo de Suporte Logístico do REMAX que é reconhecido como um modelo sucesso e vem garantindo altos índices de disponibilidade do equipamento na Tropa.

A Ares enfatizou ainda que o grupo tem vasta experiência em programas que contemplam transferência de tecnologia e no caso da munição para morteiros de 120 mm, está apta a transferir conhecimento de fabricação para as granadas de morteiro, e identifica a IMBEL como uma possível parceira nessa área de atuação.

Atualmente, a Ares vem apoiando o Centro tecnológico do Exército (CTEx) e a IVECO nos estudos de integração do sistema na viatura VBC Mrt no âmbito do Programa Guarani.

A primeira versão do morteiro da família CARDOM foi apresentado no stand da Ares na edição de 2011 da feira de Defesa e Segurança LAAD. Em 2019 foi apresentada a versão mais moderna do sistema, comtemplada com a solução para municiamento semiautomático, que reduz significativamente o desgaste dos militares no uso do sistema.

Em 2019 o Exército Brasileiro enviou uma comitiva liderada pelo comandante do Exército à época, o General de Exército Leal Pujol, que presenciou a demonstração dos Sistemas SPEAR e ATMOS em uso no deserto de Neguev.

Hoje, a Ares como parceiro do Exército nos projetos estratégicos e membro integrante do grupo Elbit Systems, atua como principal canal de acesso entre o Exército Brasileiro e as tecnologias da divisão terrestre do grupo – Elbit Systems Land.

Além do morteiro SPEAR apresentado nessa oportunidade, a Ares vem trabalhando na promoção da solução de artilharia propulsada do grupo, o sistema ATMOS.

What is your reaction?

Excited
0
Happy
0
In Love
0
Not Sure
0
Silly
0
Roberto Caiafa
Jornalista e Repórter Fotográfico especializado na Editoria de Defesa com mais de 15 anos de experiência profissional. Corresponsal no Brasil de Infodefensa desde abril de 2011. Youtube Canal Caiafamaster (https://www.youtube.com/c/caiafamaster)

You may also like

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in:COBERTURA