COBERTURADESTAQUETERRAVÍDEO DO DIA

CIO Leonardo Centauro II 120/45 mm gun MGS 8X8 Anti-Tank Wheeled Armored Vehicles – Torre HITFACT II

O Centauro II é uma versão melhorada do veículo de apoio a fogo antitanque Centauro 8×8 originalmente projetado e fabricado pelo consórcio italiano IDV e Oto Melara/Leonardo (CIO).

O Centauro II MGS é um novo conceito de veículo blindado com rodas capaz de operar em qualquer cenário, desde missões de segurança nacional até operações de manutenção da paz e apoio, incluindo todas as intervenções envolvendo as Forças Armadas italianas (e/ou clientes de exportação).

HITFACT 120mm MkII
Centauro II (Foto: Leonardo)

O Centauro 2, tal como hoje é conhecido, foi apresentado pela primeira vez ao público durante a exposição de defesa Eurosatory em junho de 2016.

O veículo está equipado com uma torre HITFACT II para três tripulantes, fabricada pela Leonardo em La Spezia, armada com um canhão de 120/45 mm dotado com freio de boca de baixo recuo integrado e estabilizado, proporcionando o mesmo poder de fogo dos mais modernos tanques de batalha principais.

O Centauro 8×8 foi o primeiro veículo antitanque sobre rodas 8×8 do mundo com uma arma de alta pressão.

Foto: Leonardo

O Centauro II pode disparar munições APFSDS (Armor-piercing fin-stabilized discarding sabot) de 120 mm e última geração OTAN/NATO, e também munições HEMP multifunção (High Explosive Multi Purpose).

A torre HITFACT II do Centauro II é equipada com optrônicos de última geração para o comandante (360º estabilizada nos três eixos) e artilheiro (estabilização óptica por espelhos dois eixos) e com um conjunto de comunicações e sistemas de comando e controle que garantem a máxima consciência situacional.

A munição acondicionada na torre fica separada do compartimento da tripulação por uma parede corta-fogo anti-explosão, e pontos estrategicamente preparados na estrutura, em caso de explosão, liberam a pressão gerada para fora e para cima, o que transfere energia e aumenta as chances de sobrevivência dos tripulantes do carro.

Mais munição fica acondicionada na parte traseira do carro, em um compartimento isolado da parte dianteira pelo mesmo tipo de design de proteção usado na torre.

A torre HITFACT II do Centauro II é equipada com optrônicos de última geração para o comandante (360º estabilizada nos três eixos) e artilheiro (estabilização óptica por espelhos dois eixos).

A torre do veículo pode ser equipada com uma estação de armas operada remotamente HITROLE armada com metralhadora de 7,62 mm ou 12,7 mm, bem como um lançador de granadas automático de 40 mm.

A relação peso-potência, aumentada para 24 cv/tonelada, proporciona um excelente desempenho em termos de velocidade e aceleração graças ao motor diesel Iveco Vector 8V Euro III de 720 cv acoplado a uma caixa ZF H com 7 velocidades à frente e 1 à ré, e à modernização associada da transmissão, sistema de freios e eletrônica de controle.

O Centauro II está equipado com uma nova geração de blindagem que oferece proteção balística otimizada integrada com um chassi e design de torre completamente reorganizados em termos de ângulos de proteção, opção de instalação de blindagem adicional e características técnicas testadas no padrão AEP 55, capazes de resistir a ameaças como minas, IEDs comandados a distância por rádio ou celular e munições cinéticas de última geração.

HITFACT 120mm MkII Turret
Centauro II

O equipamento padrão do Centauro II MGS inclui um sistema de rádio, interfone digital para tripulantes e capacetes associados, sistema integrado de gerenciamento de batalha (BMS) e anti-RC-IED (jammer para dispositivo explosivo improvisado controlado por rádio) projetado para derrotar dispositivos explosivos improvisados ​​controlados remotamente.

Dispositivos explosivos improvisados ​​controlados por rádio (RCIEDs) têm sido usados ​​em muitos conflitos em todo o mundo como armas econômicas usadas para combater a tecnologia de armas mais avançada.

Sua proliferação em muitos teatros e o aumento exponencial de baixas levaram ao desenvolvimento e implantação de um número maior de equipamentos de Defesa Eletrônica cujo objetivo é detectar e inibir o RCIED.

Capaz de entrar em ação e ser decisivo em qualquer cenário, o veículo blindado de oito rodas Centauro II MGS tem 7,4 metros de comprimento , 3,65 metros de altura e 3,12 metros de largura.

O peso é de 30 toneladas em ordem de batalha, abastecido e com munição.

Em 2018, um MBT Aríete recebeu a torre HITFACT MK2, e a sua integração em uma plataforma derivada do Leopard 1 comprovou-se um grande sucesso.

Blindado Digital

De acordo com os preceitos da guerra centrada em rede (“network centric warfare” – NCW), um sistema de armas moderno perde seu valor se não conseguir atuar de forma integrada com outras unidades e o comando de operações.

Durante campanha de experimentação realizada em 2021 pelo Exército Italiano no Polígono Militar Torre Veneri, em Lecce, ficou demonstrado o avançado nível de maturidade do sistema de comando, controle e navegação SICCONA, que fornece informações precisas e oportunas sobre a área de operação e às unidades envolvidas, em conjunto com um avançado sistema de comunicação.

Sistema de Mira Estabilizada nos Dois Eixos/Atirador

Sistema de Mira Estabilizado nos Três Eixos 360º do Comandante do Carro.

Telas Digitais Coloridas de Gerenciamento dos Sistemas de torre, incluindo a pontaria e disparo do armamento, comunicações e alerta situacional.

O Sistema Anti-RC-IED (jammer para dispositivo explosivo improvisado controlado por rádio) é projetado para derrotar dispositivos explosivos improvisados ​​controlados remotamente.

O Sistema Anti-RC-IED (jammer para dispositivo explosivo improvisado controlado por rádio) é projetado para derrotar dispositivos explosivos improvisados ​​controlados remotamente.

Os Manetes de Controle do Armamento e dos Sistemas de Sensores Optrônicos são simples de operar.

Uma das câmeras de sensores fica acoplada ao armamento principal de 120mm e possui capacidade CCD a cores dia e noite.

O autoloader “pesca” a munição do compartimento seguro isolado e o entrega ao alcance da mão do tripulante remuniciador.

O projeto conjunto Defesa-Indústria italiana, denominado Forza NEC, visa reduzir os tempos de comunicação e aquisição de informação em operações militares por meio de novas tecnologias de informação.

O Centauro II equipado com o SICCONA está perfeitamente integrado a essa sofisticada arquitetura que engloba outros tipos de veículos operados pelo Exército Italiano

A parede corta fogo que separa compartimento de munição e autoloader do compartimento da tripulação.

Centauro II disparando sua arma de 120mm com uma elevação lateral de 40º e com a torre deslocada na posição de tiro as três horas (em T).

Painel do Computador de Tiro para seleção do tipo de munição e liberação do sistema para executar o disparo.

What is your reaction?

Excited
0
Happy
0
In Love
0
Not Sure
0
Silly
0
Roberto Caiafa
Jornalista e Repórter Fotográfico especializado na Editoria de Defesa com mais de 15 anos de experiência profissional. Corresponsal no Brasil de Infodefensa desde abril de 2011. Youtube Canal Caiafamaster (https://www.youtube.com/c/caiafamaster)

You may also like

1 Comment

  1. Bacana, aparentemente não está disponível o alerta de laser antecipado.

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

More in:COBERTURA