COBERTURAMAR

CEO da Tawazun aborda desafios da Indústria de Defesa na IDEX 2021

ABU DHABI, 20 de fevereiro de 2021: Tareq Abdulrahman Al Hosani, CEO da Tawazun abordou os desafios enfrentados hoje pela indústria de defesa dos Emirados Árabes Unidos (EAU), ao participar do terceiro painel da Conferência Internacional de Defesa promovido pela IDEX 2021.
Houve quatro sessões principais “presenciais e virtuais”; a primeira sessão discutiu formas de proteger a inteligência artificial e outras tecnologias da Quarta Revolução Industrial contra o uso indevido, a segunda sessão concentrou-se nas rupturas da cadeia de abastecimento no setor de defesa.
A terceira sessão discutiu formas de melhorar a pesquisa e desenvolvimento nas indústrias de defesa à luz das rápidas mudanças e crescente resiliência da indústria de defesa, e a sessão final examinou os desafios decorrentes do uso de tecnologias digitais modernas em cibersegurança e as implicações desses desafios nas decisões do setor de defesa.
Al Hosani participou do terceiro painel do IDC e discutiu com os painelistas, as capacidades de pesquisa e desenvolvimento no setor de defesa e as tecnologias futuras disponíveis, incluindo inteligência artificial, e as aplicações civis apoiadas por tais pesquisas.

Ele falou sobre os desafios que a indústria de defesa dos EAU enfrentam atualmente e como eles estão sendo abordados. Ele disse que em anos anteriores a indústria de defesa e segurança tem sido muito conservadora e focada apenas nas necessidades imediatas e urgentes.
“Somos muito conservadores em desafiar o normal”. No passado, identificamos e atendemos as necessidades no domínio militar, mas precisamos fazer mais do que isso”.
Al Hosani usou o exemplo de uma bala e disse que ela permaneceu na mesma forma por 100 anos e não mudou. “Entretanto, hoje precisamos olhar para soluções mais inovadoras”, disse ele, “nossas empresas precisam atender à necessidade, mas também olhar para as ideias que cercam a necessidade”. Não espere que o cliente lhe diga, pense fora da caixa e busque outras ideias e soluções”.
Ele disse que a indústria de Defesa e Segurança não precisa ter medo de ‘reinventar’ a roda. Ele falou sobre o ‘sangue novo e jovem’ que está surgindo na indústria, e abraçou o aumento de novas idéias e pensamentos que estão chegando com uma geração mais jovem de funcionários.
Concluindo, Al Hosani mencionou que havia três aspectos de P&D e Inovação afetados pela pandemia, e lições óbvias aprendidas.
A primeira foi o custo, porque muitos preços haviam sido reduzidos.
A segunda foi um impacto sobre as capacidades, e a terceira foi a necessidade de gerenciar e manter uma cadeia de fornecimento segura.

What is your reaction?

Excited
0
Happy
0
In Love
0
Not Sure
0
Silly
0
Roberto Caiafa
Jornalista e Repórter Fotográfico especializado na Editoria de Defesa com mais de 15 anos de experiência profissional. Corresponsal no Brasil de Infodefensa desde abril de 2011. Youtube Canal Caiafamaster (https://www.youtube.com/c/caiafamaster)

You may also like

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

More in:COBERTURA