COBERTURA

Câmara Brasil-Alemanha de São Paulo capacita 100 mulheres na área de digitalização

Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Alemanha de São Paulo participou de um projeto cofinanciado pelo governo alemão por meio da GIZ (Gesellschaft für Internationale Zusammenarbeit) que teve como objetivo aumentar o número de mulheres atuando em áreas relacionadas à digitalização.

O curso Women Going Digital, realizado em formato totalmente online e gratuito, contribuiu melhorar as chances de empregabilidade e recolocação profissional de mulheres, priorizando aquelas com baixa renda.

Adicionalmente, 10 vagas foram reservadas para candidatas de Moçambique.

Por meio do curso, 100 participantes tiveram a oportunidade de aprender sobre os principais conceitos e tecnologias da Era Digital.

A primeira etapa do curso chamada Digital Thinking e realizada durante o ano de 2020, foi composta por 40 horas dispostas em 16 módulos.

Neste primeiro momento, as alunas contaram com aulas sobre Internet das Coisas, Machine learning, Big Data, Realidade Virtual, Métodos Ágeis, e Privacidade e Segurança de Dados.

As aulas foram realizadas por meio de metodologias de ensino variadas, como podcasts, vídeo aulas e infográficos.

Em janeiro de 2021, as participantes tiveram a oportunidade de cursar uma capacitação em SAP Business One, promovida pela Ramo Sistemas, como parte da etapa Digital Tools.

Essa etapa procurava mostrar na prática a aplicação dos diversos conceitos aprendidos, envolvendo todos os processos de um negócio.

Para a participante Nilza César, de nacionalidade moçambicana e profissional da educação, o curso foi uma oportunidade singular de sair da zona de conforto: “Esta formação desafiou minha visão limitada do mundo dos negócios, proporcionando valiosas ferramentas teóricas e práticas que me conferiram competências básicas para empreender e/ou ser empregue no mercado empresarial”, comentou.

Apoiada por diversas empresas e executivas da área de tecnologia, a iniciativa mobilizou profissionais como Sylmara Requena, Vice-Presidente de Recursos Humanos da Siemens; Fernanda Rodrigues, Diretora de Recursos Humanos da GFT; e Carolina Bastos, Vice-Presidente de Ecosystems e Channels da SAP.

Cristiane Rauen, Coordenadora-Geral de Educação Profissional e Tecnológica a Distância e Tecnologias Educacionais do Ministério da Educação (MEC), que também participou do evento de lançamento do curso em 2020, ressaltou a baixa aderência da população brasileira aos cursos de formação profissional e a importância de ações como o Women Going Digital. “Atualmente, o Brasil apresenta apenas 8% de matrículas na Modalidade Educação Profissional e Tecnológica (EPT). Ainda existe no senso comum um quadro de desprestígio para essa modalidade de formação, em detrimento dos cursos de bacharelado”, concluiu.

Em 2021 há expectativa para que o curso seja disponibilizado para um público mais amplo.

Há estudos para o aumento de vagas para o Brasil e a ampliação do projeto para países da América Latina.

What is your reaction?

Excited
0
Happy
0
In Love
0
Not Sure
0
Silly
0
Roberto Caiafa
Jornalista e Repórter Fotográfico especializado na Editoria de Defesa com mais de 15 anos de experiência profissional. Corresponsal no Brasil de Infodefensa desde abril de 2011. Youtube Canal Caiafamaster (https://www.youtube.com/c/caiafamaster)

You may also like

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

More in:COBERTURA