ARCOBERTURADESTAQUEENTREVISTAVÍDEO DO DIA

AW09 e AW609, o futuro da Leonardo no Brasil e América Latina

Durante visita as instalações da Leonardo do Brasil em Itapevi, na Grande São Paulo, a reportagem do Canal Caiafa Master foi recebida por Eduardo Affonso, CEO da Divisão de Helicópteros da Leonardo no Brasil, o italiano Giuseppe Mignoli, gerente regional de vendas da Divisão de Helicópteros da Leonardo e Rubens Cortelazzo, gerente regional de vendas para o Brasil.

Na ocasião, Eduardo Affonso apresentou os resultados práticos dos R$ 60 milhões investidos no Centro de Manutenção de Helicópteros em Itapevi, na grande São Paulo, um moderno Heliponto e MRO com área construída de 6.000m2 em um terreno de 80.000m2, ou seja, com muito espaço para crescer.

A capacidade de atendimento das instalações em Itapevi, funcionais desde o último mês de julho, é de aproximadamente 20 aeronaves simultaneamente, oferecendo duas câmaras de pintura, serviço de estofamento e customização de helicópteros, serviços avulsos, manutenção, suporte a produtos, serviços de
engenharia para o monomotor AW119, o bimotor AW109, e a Família AW incluindo os modelos AW139, AW169 e AW189.

Com a nova instalação, a Leonardo do Brasil aumentou sua capacidade de atendimento para o país em 50%.

Giuseppe Mignoli, gerente regional de vendas da Divisão de Helicópteros da Leonardo, realizou uma apresentação histórica sobre as origens da Leonardo e a evolução da empresa até a atualidade, passando por grandes produtos como o AW109, e culminando na apresentação de dois produtos destinados a alavancar a empresa no século XXI, o novo helicóptero AW09, e o tiltrotor AW609.

Segundo Mignoli, o AW09, comprado pela Leonardo da suíça Copter, deverá obter sua certificação de tipo em 2022. Na sua categoria, nada de novo surgiu nos últimos trinta anos, e o fato é que este mono-turbina leve equipado com rotor principal de cinco pás, rotor de cauda carenado, portas concha na fuselagem traseira, ideais para remoção aeromédica e resgate, mais a capacidade de transportar seis passageiros + piloto e co-piloto, configura-se como um game changer.

A Leonardo promete entrar fortemente com esse produto no mercado brasileiro e latino americano, inclusive oferecendo uma política especial de preços para o produto que o tornará ainda mais atrativo para operadores de Aviação de Segurança Pública, Busca, Salvamento e Resgate e suporte a indústria de Óleo e Gás.

O AW609, que exibiu-se em voo no Dubai Air Show 2021, foi destacado por Mignoli como o melhor de dois mundos, pousa em qualquer lugar como um helicóptero, e tem a velocidade, altitude e pressurização de uma aeronave de asas fixas.

Trata-se de um produto real, em fase final de certificação e homologação nos Estados Unidos, e com a  entrada do AW609 no mercado Executivo e de Resgate Aeromédico, transportando entre seis a nove pessoas, esse novo produto promete um desempenho que dará a dianteira no mercado civil de tiltrotors por muitos anos a Leonardo.

A Leonardo tem três exemplares do AW609 tiltrotor envolvidos em seu esforço de certificação da Administração de Aviação Federal dos EUA (FAA). Dois estão localizados na Itália: um sendo usado principalmente para executar testes de suporte de componentes do sistema de acionamento e outro para testes de aviônicos. Um terceiro protótipo está localizado na Filadélfia (EUA) e tem sido usado para testes de vibração de motor e manuseio de voo.

O AW609 pode transportar nove passageiros em uma cabine pressurizada até 25.000 pés. Tem uma autonomia de 700nm (1,390 km) e uma velocidade máxima de cruzeiro de 275kt (510km/h).

What is your reaction?

Excited
0
Happy
0
In Love
0
Not Sure
0
Silly
0
Roberto Caiafa
Jornalista e Repórter Fotográfico especializado na Editoria de Defesa com mais de 15 anos de experiência profissional. Corresponsal no Brasil de Infodefensa desde abril de 2011. Youtube Canal Caiafamaster (https://www.youtube.com/c/caiafamaster)

You may also like

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

More in:AR