ARDESTAQUE

ASSISTA AO VIVO! Laser da Thales é usado na missão Marte 2020

  • Hoje, 18 de fevereiro, quando o rover Perseverance aterrissar em Marte, o laser da Thales entrará em serviço como parte da SuperCam, os “olhos” do rover, para determinar as composições química e orgânica das amostras das rochas marcianas.
  • O laser da Thales é a parte central do instrumento SuperCam. É ainda mais poderoso do que o laser em uso nos últimos oito anos na missão Curiosity e ajudará na busca de possíveis sinais de vida no Planeta Vermelho.

Hoje, 18 de fevereiro, o rover Perseverance — um componente-chave da missão Marte 2020, da NASA — pousará no Planeta Vermelho após uma longa viagem de sete meses.

A SuperCam, um dos sete instrumentos estratégicos a bordo, é uma combinação poderosa de tecnologias projetadas para analisar, caracterizar e selecionar amostras de rochas marcianas.

A SuperCam é o resultado da estreita colaboração entre o Los Alamos National Laboratory (LANL) nos Estados Unidos e o instituto de pesquisa em astrofísica e planetologia IRAP na França, com contribuições da Universidade do Havaí e da Universidade de Valladolid na Espanha.

A Unidade do Mastro (Mast Unit), a parte francesa da SuperCam localizada na parte superior do mastro do rover, foi projetada e construída por um consórcio de laboratórios franceses1 do CNRS, universidades e entidades sob a liderança científica da equipe do IRAP e sob a responsabilidade do CNES, a agência espacial francesa.

O laser fornecido pela Thales é uma parte fundamental da Unidade do Mastro.

 

Em 2012, o Curiosity pousou em Marte equipado com o primeiro laser de alta potência a operar na superfície de outro planeta, que também foi projetado e desenvolvido pela Thales para o instrumento ChemCam.

O laser ChemCam tem operado sem nenhuma falha por mais de oito anos e já fez cerca de 855.000 imagens até o momento, enquanto o Curiosity fazia seu percurso de 24 quilômetros pela superfície do Planeta Vermelho.

Os dados do ChemCam já ajudaram a provar que as condições em Marte já foram adequadas algum dia para a vida microbiana.

O instrumento SuperCam, uma nova e mais poderosa versão do ChemCam, foi projetado para levar a exploração de Marte a um novo patamar.

Como o ChemCam, o laser SuperCam usará um feixe infravermelho para aquecer o material a uma temperatura de cerca de 10.000 °C e vaporizá-lo — um método chamado espectroscopia de ruptura induzida por laser.

Junto com uma câmera especial, isso permite determinar a composição química das amostras de rochas marcianas ao medir as cores da luz no plasma então criado.

Diferente do ChemCam, no entanto, o laser SuperCam também pode emitir um feixe de laser verde, que ajudará a determinar a composição molecular dos materiais da superfície.

 

Esse feixe verde estimula as ligações químicas nas amostras e produz um sinal diferente de acordo com seus vários componentes ligados.

Esta técnica de análise, conhecida como espectroscopia Raman, será testada pela primeira vez em Marte e permitirá aos cientistas detectar quaisquer marcadores de vida.

 

O laser verde também será usado para induzir a fluorescência em compostos minerais e orgânicos, permitindo aos cientistas determinar seus componentes constituintes com maior precisão.

Estamos orgulhosos de ter fornecido à NASA os dois primeiros lasers a operar em Marte. A missão Marte 2020 é um passo decisivo no estudo do Planeta Vermelho e nos preparativos para as futuras expedições. SuperCam, os “olhos” do rover Perseverance, é o resultado de uma estreita colaboração entre parceiros da comunidade científica internacional. O laser SuperCam da Thales apresenta desempenho incomparável e permitirá que o Perseverance execute sua missão de exploração durante todo o tempo em que permanecer na superfície de Marte.” Christophe Salomon, Vice-presidente Executivo, Sistemas Terrestres e Aéreos

Sobre a Missão Marte 2020

A missão Marte 2020 tem por objetivo estudar a superfície do Planeta Vermelho, procurar por sinais de vida passada, coletar amostras de rocha e poeira em locais selecionados e armazená-las para recuperação na futura missão Mars Sample Return (MSR), que será conduzida em conjunto com a Agência Espacial Europeia.

A Thales Alenia Space está estreitamente envolvida na missão MSR.

A missão Marte 2020 foi projetada para reunir o conhecimento necessário e testar as tecnologias que serão essenciais para as futuras expedições humanas ao Planeta Vermelho.

Como produzir oxigênio a partir da atmosfera marciana? Quais recursos estão disponíveis? Existe água abaixo da superfície? Como melhorar as técnicas de pouso e caracterizar as condições climáticas, níveis de poeira e outras condições ambientais que podem afetar a vida e o trabalho dos futuros astronautas em Marte?

Essas são apenas algumas das perguntas que a missão Perseverance buscará responder.

What is your reaction?

Excited
0
Happy
0
In Love
0
Not Sure
0
Silly
0
Roberto Caiafa
Jornalista e Repórter Fotográfico especializado na Editoria de Defesa com mais de 15 anos de experiência profissional. Corresponsal no Brasil de Infodefensa desde abril de 2011. Youtube Canal Caiafamaster (https://www.youtube.com/c/caiafamaster)

You may also like

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

More in:AR